Como escolher a localização das telas de digital signage?

Não basta apenas uma tela de última geração e um conteúdo de qualidade nas ações de comunicação via digital signage. É preciso contar com telas bem posicionadas e em localizações estratégicas.

Para que elas sejam notadas e sua mensagem atinja o público-alvo correto, é preciso mapear a localização delas e analisar o público majoritariamente atingido por cada uma para que não entregue a informação para o público errado. Mas como fazer isso?

Defina a função da tela de digital signage

Antes de escolher a localização das telas, é importante saber para que elas serão utilizadas e que tipo de mensagens exibirão. Também convém analisar quais tipos de anúncios a tela vai exibir sempre é preciso dar enfoque maior à análise do público.

Especifique o público a ser atingido

Ao analisar o público que será exposto a cada tela, é possível segmentar quem receberá seus conteúdos e trabalhar melhor a mensagem para cada um dos diferentes públicos-alvo. Tenha em mente o perfil mais completo possível, como idade, formação acadêmica, posição profissional e religião, que são informações básicas.

Mantenha-a visível

Como mencionado no início deste post, não adianta ter uma tela brilhante e chamativa se ela não estiver posicionada de modo estratégico. É preciso posicioná-la de forma que as pessoas tenham fácil acesso visual do que é exibido. Se o conteúdo tiver áudio, atente também para a acústica do local. Confira alguns exemplos:

  • Tela em sala de espera: Se a sala é exclusiva para espera e a tela é direcionada para entreter o público em espera, ela pode ficar centralizada em uma parede para a qual as cadeiras estão direcionadas.
  • Tela de boas-vindas: Se o objetivo da tela é recepcionar seus visitantes, é pertinente que ela seja posicionada no elevador ou na antessala de espera (a recepção).
  • Tela no refeitório: Se o seu interesse é transmitir mensagens institucionais à equipe de sua empresa, não pode colocá-la ao lado do posto de trabalho dos profissionais – ou pode dispersá-los -, mas é interessante colocá-la nos ambientes em comum, como no refeitório, sala do cafezinho ou próximo ao registro de entradas e saídas (ponto).

Em todos os casos, uma simples mudança no ângulo da posição da tela já resolve a maior parte dos problemas com a visualização dos conteúdos.

Atente para o conteúdo de cada tela

Com o objetivo da tela e o público que cada uma atingirá, é possível definir melhor os conteúdos. Por exemplo, se a tela estiver na sala de espera, conteúdos maiores podem ser exibidos. Se a tela estiver em local de passagem, o conteúdo deve ser entregue em forma de pílulas (rápidas inserções) repetidas durante o dia. Da mesma forma, a pauta deve ser trabalhada. No refeitório, a pauta dos conteúdos pode ser mais voltada para a saúde, por exemplo.

Além desses quatro pontos básicos, é preciso tomar cuidado com o sistema de Digital Signage usando. A escolha de um sistema bem-conceituado, estável que não vá dar problemas durante a exibição é um fator essencial. Ter ótimo conteúdo, boas publicidades, telas modernas e bem posicionadas de nada adianta se o sistema que exibe falhar.

Como você posicionou suas telas? Havia pensado em cada um dos tópicos acima? Compartilhe conosco através dos comentários!

Cometários
Marcado com: , , , ,