O DOOH programático vai crescer?

O DOOH programático vai crescer?

Olá pessoal, tudo bem com vocês? 

No post de hoje quero trazer para vocês dados fresquinhos, recém-publicados sobre DOOH programático nos Estados Unidos, e aproveitar para traçar paralelos com a realidade brasileira. 

Mas antes de seguir com o texto gostaria de lembrar a vocês que comentários, críticas e sugestões são bem-vindas, então não hesitem em fazê-las aqui, ok? 

Previsão para o futuro

A boa notícia para quem já está com seu inventário plugado em alguma plataforma de DOOH programático, é que os investimentos de DOOH programático irão mais do que dobrar nos Estados Unidos em 2020, atingindo US$ 181.6 milhões em 2020 e dobrando ano a ano, atingindo cerca de U$ 533.8 milhões em 2022, segundo artigo que eMarketer publicou no último dia 17 de Agosto de 2020

Uma informação bastante animadora. E percebemos um crescimento muito interessante: este ano, apenas 2.2% de todo o investimento americano em OOH será via inventário DOOH programático, e isso também vai crescer ano a ano, chegando em 6,7% de toda compra de mídia OOH feita em 2022. 

Espaço para crescimento

Como podemos ver, o espaço para crescimento da compra de mídia DOOH, em especial via plataformas de compra programática é enorme nos EUA, e podemos ter certeza de que o mesmo vai acontecer no Brasil.

Avanço da tecnologia

Sabemos que o OOH é uma mídia “one-to-many”, mais difícil de fazer segmentação e target assertivo quanto mídias “one-to-one”. Mesmo assim, a compra de mídia DOOH de forma programática permite a compra e exibição de campanhas baseadas em diversas condições externas. 

O artigo cita dois exemplos de campanhas feitas baseadas em condicionantes climáticas, mas muito mais pode ser feito. Com tecnologias como as da adMooH.com associada aos softwares de gestão de mídia e softwares externos que entregam informações em realtime, podemos criar um ecossistema de condicionantes inimaginável. Hora do dia, temperatura, umidade relativa do ar, trânsito, nível de poluição no ar, entre centenas de outras variáveis podem ser usadas para entregar a mídia certa, na hora certa, no local certo. 

“O processo criativo de uma campanha pode mudar de acordo com uma cadeia pré-definida de decisões combinadas, tornando-o completamente dinâmico, e de certa forma imprevisível, no entanto extremamente assertivo.” – Explica Luiz Patriani co-fundador e CTO da adMooH.com

“Imagine que a criação e o planejamento de uma campanha possa mudar de acordo a diferença entre o local de veiculação e a loja mais próxima, mostrando assim a distância, a pé, de carro, bicicleta etc. imagine ainda que a mensagem descrita possa ser customizada de acordo com o clima atual: se está frio, uma promoção de chocolate ou café quente, se está calor uma promoção de sorvete. Se está de sol, a mensagem de um protetor solar pode ser diferente do que se está nublado com sol, alertando que o mormaço também queima. As possibilidades são muitas e a tecnologia nós já temos, para trabalhar com as marcas e agências na criação.” – enfatiza Christian Pinheiro cofundador e CEO da adMooH.com

A realidade

No entanto, o que podemos observar é que embora as tecnologias de compra, segmentação, e inovação nas campanhas sejam cada dia mais interessantes, a realidade é que o crescimento da mídia programática ainda é lento, se comparado com que poderia ser.  O motivo? Falta de inventário plugado. 

Como podemos observar na fala de Adam Green, vice-presidente sênior e gerente-geral de plataformas programáticas da empresa de publicidade digital outdoor Broadsign, em artigo no site acima citado:

“You’re not going to build a whole platform to sell something programmatically when you can reach only 50 spaces in Los Angeles or New York City. You need a critical number of screens that you can buy before it’s worthwhile from a media-buying and technology-building perspective. So, it had to wait for that.”

Ter um volume crítico de telas no inventário é essencial para o crescimento do investimento neste tipo de mídia. Sem um inventário robusto completo, que cubra de forma uniforme as praças, fica cada vez mais difícil emplacar no segmento. Este é o problema do “ovo e da galinha” do DOOH Programático: sem telas plugadas, não há anunciantes nesta mídia. Sem anunciantes, os veículos não expandem e não conectam as telas. 

Solução

Mas a solução está ao nosso alcance.Com a consolidação da adMooH.com como parceira LATAM  para conexão de inventário de DOOH das duas principais SSPs do mercado, a tendência é que cada vez mais esse inventário que hoje, na data de publicação deste artigo, já atinge mais de 4.300 telas em 19 estados e 118 cidades, seja ainda maior, e atinja a massa crítica necessária para que os investimentos em DOOH programático comecem a fluir mais intensamente. Recentemente, a adMooH fechou uma parceria que vai colocar mais aproximadamente 3000 telas digitais no inventário. 

“Apesar de já termos um inventário relevante, infelizmente não é incomum recebermos briefings nacionais aos quais não temos inventário suficiente para entregar. Isso torna cada vez mais latente a necessidade de conexão dos mais diversos tipos de inventário em nossa plataforma.” –  afirma Danilo Caldeira, responsável pela equipe dentro da adMooH que busca equacionar o problema do ovo e da galinha, buscando mais inventário pra satisfazer as agências e DSPs que buscam impacto e relevância no inventário da adMooH. 

Conclusão

De um modo geral o que entendemos é que DOOH programático é uma tendência e que traz inúmeras vantagens e possibilidades para os anunciantes, no entanto seu crescimento poderia estar ainda mais acelerado gerando frutos ainda maiores para os veículos de mídia, mas ainda existe um trabalho de crescimento de inventário disponível importante a ser feito. É uma questão de tempo para os investimentos aumentarem e com isso, o inventário aumentar com a entrada de veículos que ainda não plugaram seu inventário, equalizando a equação de inventário vs anúncios. 

Não se esqueçam de deixar seu comentário, afinal, este é um tema oportuno e atual que queremos discutir com vocês. 

Aproveite e leia também no Blog da adMooH: Seu veículo de DOOH está preparado para vender mídia digitalmente?

Cometários
Marcado com: , ,