Aprenda como melhorar a segurança de dados na nuvem da sua empresa

Aprenda como melhorar a segurança de dados na nuvem da sua empresa

Atualmente a computação em nuvem está sendo amplamente utilizada nas empresas para proteção e segurança de dados, otimizando e tornando mais dinâmicos os processos internos.

Entretanto, a segurança de dados na nuvem precisa de um cuidado mais do que especial, afinal o sigilo ou a perda destes dados e informações podem trazer prejuízos enormes ou até mesmo levar a empresa a falência.

Pensando nisso, separamos para você algumas dicas de como melhorar essa proteção, para sua empresa não sofrer consequências negativas, por causa da negligência da sua equipe ou de um profissional especializado! Vamos lá?

1. Use criptografia na nuvem PARA A SEGURANÇA DE DADOS

A primeira forma de proteger os dados na nuvem é adotando a criptografia. Trata-se de um conjunto de códigos que transformam o documento em um arquivo protegido, em que só quem tem a senha poderá abri-lo.

Isso, para as empresas e para a própria tecnologia na nuvem, é muito importante porque aqueles documentos sigilosos e privativos, como planilhas e situação financeira podem ser guardados a sete chaves.

Se o funcionário perder o aparelho eletrônico também segue a mesma premissa, evitando que os dados sejam roubados ou até mesmo corrompidos.

2. Use senhas fortes

Isso pode parecer clichê, entretanto, a quantidade de pessoas que confiam muito na sua própria organização e que não utilizam senhas fortes (como o próprio aniversário ou 1234) é muito grande.

E como estamos falando de segurança de dados na nuvem, criar uma senha forte, que combine números, letras (maiúsculas e minúsculas) e caracteres especiais torna o trabalho de hackers mais difícil.

Não podemos deixar de citar que estabelecer níveis de acesso também é uma técnica válida para a organização. Assim, apenas usuários poderão ter acesso a um tipo de documento, garantindo que haja maior confidencialidade e proteção de dados.

3. Faça contrato de sigilo PARA SEGURANÇA DE DADOS

Outra estratégia de segurança é a produção de um contrato de sigilo para que seus funcionários assinem, obrigando-os a conhecer a confidencialidade das informações compartilhadas em ambiente corporativo.

Dessa forma, além de aumentar a credibilidade da organização frente aos clientes e aos próprios colaboradores, faz com que a empresa detenha o poder de processo se ocorrer vazamentos de dados, por exemplo.

Aliás, é essencial que você treine os seus funcionários em relação à privacidade dos dados e como protegê-los, ensinando-os a fazer backups, por exemplo, e adotando mais tecnologias de segurança (softwares) em seus dispositivos pessoais.

Tudo isso para que não comprometam os arquivos confidenciais da própria organização.

4. Utilize servidores seguros

Não é de hoje que sabemos quão perigoso é se conectar em diversas redes sem ao menos saber se elas são seguras. Por isso, em uma empresa, é recomendado que se utilizem redes privadas virtuais, as chamadas VPNs.

Essas redes são canais que apenas podem ser utilizados por aqueles que possuírem a chave de acesso, a de autenticação. Dessa forma, os dados permanecem protegidos e pessoas específicas têm acesso para fazer a manutenção dos dados e movimentá-los. Com as VPNs, evita-se que hackers tentem burlar a conexão, por exemplo.

Ao propor essas dicas para seus colaboradores, você estará trazendo para sua empresa maior segurança, atraindo clientes que vão confiar nos seus processos que visam à confidencialidade e à proteção dos dados.

A identidade da empresa assumirá essa premissa e essa segurança previne que os arquivos sejam comprometidos pelos próprios funcionários ou por terceiros que querem invadir o seu sistema.

Por isso, mantenha-se sempre atualizado em relação aos softwares e à própria segurança de dados na nuvem.

O que você achou das nossas dicas? Tem mais alguma sugestão? Conta pra gente nos comentários ou acesse outros conteúdos do Blog clicando aqui.

Cometários