Times Square: A maior mídia DOOH do mundo

Times Square: A maior mídia DOOH do mundo

Você com certeza já viu ou ouviu falar da Times Square, um dos destinos mais famosos e visitados do mundo, localizada no chamado Distrito dos Teatros (Theatre District), no coração de Manhattan em Nova Iorque. O que muitos de nós não sabemos é que a “Times” nem sempre foi esse grande painel digital do mundo e a maior mídia DOOH já conhecida.

Como surgiu a Times Square?

Foi por volta de 1904 que a Times Square ganhou esse nome, com a chegada do jornal The New York Times à região. Com o passar dos anos, o local passou a ser cada vez mais movimentado e isso atraiu o interesse das empresas que apostavam nos anúncios em painéis luminosos para ganhar a atenção do público. Na década de 30, a Coca-Cola já havia encontrado seu espaço, e continua a anunciar no mesmo local até hoje.

Nos anos 80, a Times Square era considerada uma região perigosa, até que em 1990 o prefeito Rudolph Giuliani criou um mutirão para revitalizar o local e aumentar a segurança com o objetivo de atrair turistas.

Com o trânsito de pessoas e carros intenso, isso gerava mais interesse dos anunciantes em estar lá, expondo suas marcas sempre com grandes painéis luminosos, conceito que se iniciou na Broadway, onde era extremamente comum ver esse tipo de publicidade. Essa vontade de ser visto por seu público continuou crescendo e, hoje, as maiores grandes marcas têm seus painéis digitais ligados 24 horas por dia.

Uma curiosidade é que todos os prédios ao redor da rua são obrigados a colocar painéis luminosos em suas fachadas para fins de publicidade, isso logo explica por que o lugar se tornou o maior do mundo em mídias out of home.

Os anúncios

Sem dúvida existem milhares de painéis digitais na Times Square. Uma polegada quadrada não sai por menos de 5 mil dólares por mês, alguns pontos mais atraentes chegam a custar 20 mil dólares mensais, fazendo com que o faturamento publicitário ultrapasse os 2 bilhões mensais. Está lá também, o maior painel digital do mundo. Localizado na fachada do hotel Marriott Marquis, o painel ocupa 23 x 100 metros e custa mais de US$ 2,5 milhões por quatro semanas de anúncio.

Um dos anúncios mais famosos é o da Toshiba, que fica bem abaixo da bola da Times Square, e outro incrível é o outdoor em curva horizontal da Nasdaq. A Forever 21 tem um painel interativo, e tem destaque o painel vertical da Coca-Cola, logo a baixo do display de LED da Samsung — interessante ressaltar que esses dois funcionam utilizando energia eólica e solar.

Por essa história, a Times Square tornou-se a região do mundo de maior cobiça pelos grandes anunciantes. Muitas pessoas passam por lá a todo o momento; logo, muitas pessoas serão impactadas pela marca que estiver anunciada nos seus enormes painéis. Ainda que só exista uma Times Square, é importante lembrar que as mídias DOOH de modo geral têm muito impacto nas pessoas, simplesmente por estarem expostas nos lugares pelas quais elas passam todos os dias como estabelecimentos, pontos de ônibus, shoppings, restaurantes, padarias e claro, por serem altamente chamativas.

Algo que tem facilitado muito os anúncios em telas digitais, especialmente no Brasil, são as plataformas totalmente digitais que permitem a criação e administração de anúncios DOOH de forma dinâmica e com custo reduzido. Assim o anunciante consegue anunciar somente nas telas da região onde tem interesse, aumentando as chances de efetividade na comunicação.

Gostou do post? Conhece a Times Square? Tem alguma experiência legal para compartilhar com a gente? Escreva aqui nos comentários!

Related Posts