Você sabe como fazer um plano de mídia?

Você sabe como fazer um plano de mídia?

O plano de mídia determina o sucesso ou insucesso de uma campanha. Logo, precisa ser planejado com muito cuidado. O primeiro passo, em qualquer circunstância, é a realização do briefing. Neste documento há o resumo das informações que o cliente deseja. Funciona como um guia detalhado de tudo que a pessoa quer e espera da campanha. Será a partir deste documento que todas as estratégias serão estabelecidas e as ações serão realizadas.

Então, vamos a ele: é preciso inserir no briefing as atividades feitas pelo cliente, público atendido, clientes em potencial, produtos e serviços, áreas e locais de atuação, valor da marca, ações de promoção, entre outras informações pertinentes.

Em seguida, e não menos importante, os objetivos precisam ser delimitados com clareza. Primeiramente coloca-se os objetivos do cliente e, logo após, analisa-se de maneira mais técnica a questão para inserir novos objetivos. Caso haja algum problema de comunicação, em certos casos é preciso considerar um reposicionamento de mercado.

Estratégia do Plano de Mídia

É necessário pensar em estratégias e táticas no plano de mídia, para guiar melhor o processo. Aqui cabe definir a parte criativa da campanha, como ela se relacionará com o público, por exemplo. Vale consultar o que já deu certo e o que não funcionou tão bem em campanhas anteriores.

Na proposta do plano é necessário colocar informações de em quais circunstâncias os anúncios serão exibidos, tempo de veiculação, entre outras informações úteis para o cliente.

Ao colocar o plano em prática, a equipe deve analisar a localização do público-alvo, o que ele consome (em termos de mídia) e quais são as suas necessidades em serviços e produtos. A partir do target, o alvo definido, fica mais fácil definir o meio de comunicação usado para veicular a campanha, seja em Mídia out of Home, na TV, Internet, rádio, revista, jornal, todos estes, ou algum destes.

Essa etapa é de extrema importância, pois também ditará o sucesso da campanha. Isso ocorre pois, por melhor estruturada que seja a campanha, se esta for veiculada na mídia errada, que não atinja o target, todo o trabalho é perdido.

Será que um outdoor é o local ideal para campanhas voltadas aos adolescentes, por exemplo, ou é válido apostar nas mídias alternativas ou nas Mídias Out of Home? É preciso pensar e repensar a mídia para atingir em cheio o público.

Mais um ponto importante: determinar quais serão os veículos usados na campanha, o que também é definido pelo target. O produto ou serviço precisa se relacionar com o público e linha editorial da mídia.

Orçamento

Por último, o plano de mídia deve ter o orçamento de mídia, quanto poderá ser gasto neste processo. A viabilidade dos valores, a apresentação do custo-benefício, por exemplo, validará ou não o plano de mídia.

Agora que você já compreendeu como funciona um plano de mídia como um todo, analise esse sumário prático que auxiliará no processo de produção:

• Informações iniciais: um resumo inteligível no briefing;
• Mercado: como estão as vendas no mercado, se há algo de diferente nele que merece atenção, informações sobre venda, distribuição e preços;
• Produto: descrição, dados de venda e estratégias de comunicação.
• Concorrência: produtos dos concorrentes e suas ações de mídia.
• Target: quem é o público, características.
• Praça: principais praças e dados de vendas destas.
• Tempo de veiculação; informações de vendas mensais ou de períodos mais longos.
• Orçamento: quanto há disponível para veiculação da campanha.

Veja também outro artigo que escrevemos que pode contribuir para seu Plano de Mídia: Verba de Marketing: Como distribuir corretamente?

Related Posts